segunda-feira, 22 de novembro de 2010

CAIO FERNANDO ABREU

 CAIO FERNANDO ABREU

"Meu coração é um bar de uma única mesa, debruçado sobre a qual um único bêbado bebe um único copo de bourbon, contemplado por um único garçom. 
Ao fundo, Tom Waits geme um único verso arranhado. Rouco, louco. (...)

(...) Meu coração é um filme noir projetado num cinema de quinta categoria. A platéia joga pipoca na tela e vaia a história cheia de clichês.

(...) Meu coração é um deserto nuclear varrido por ventos radiativos. "


Nenhum comentário: