domingo, 15 de agosto de 2010

OMNIA TOTA POLITIKOS
(Os todos políticos)1


Há uma miríade de candidatos; há que pensar, estudar muito os ideiáis dos partidos e a vida pregressa de cada um dos candidatos a um cargo eletivo, sempre... Pois eles farão em nosso nome a cidade funcionar.
Estudar a vida e pesquisar o seu passado, com quem trabalhou? A quais partidos já pertenceu (se pertenceu), com que ideologia esta afinado ou comprometido, quais projetos já apresentou? Onde atuou durante sua vida pública...
Professa uma visão humana do mundo e das pessoas? Esta alinhado à direita ou a esquerda? Que ideáis apresenta?
Temos o poder de dar a palavra a quem vai representar os nossos interesses e desejos coletivos, logo devemos pensar no todo, na sociedade, na comunidade da qual fazemos parte antes dos nossos próprios interesses imediatos. Precisamos de saneamento básico, precisamos de dinheiro para despoluir o lago Guaíba, precisamos de verba para que a periferia encontre dignidade na vida em Porto Alegre; precisamos de incentivo para o desenvolvimento das comunidades mais carentes. Precisamos de educação formal de qualidade, com profissionais bem preparados, mestres e doutores, precisamos de saúde mais e melhor. Muito já foi feito, todavia precisamos mais. Não se muda algo em 4 anos somente precisamos de um projeto suprapartidário e supra-hidrológico de administração e desenvolvimento. Precisamos saber o qual o projeto do candidato, suas intenções, pois não é somente eleger um representante, pois ele será pago e regiamente pago pelo erário público, i.e., pelo seu e pelo meu dinheiro que pagamos com os impostos. Ele precisa desenvolver o seu projeto (o projeto dele, e de seu partido e que eu escolhi) para que o mundo ande e ande numa direção somente. De nada adianta eleger uma pessoa que vai caminhar em outra direção que não seja o bem comum. Todos professam o credo da sociedade, do bem público, o povo e as instituições acima de tudo, e em determinado momento aprovam projetos anacrônicos que privilegiam um grupo ou determinadas pessoas ou um segmento da sociedade, concentrando mais ainda a renda. O que eu desejo nessa eleição é a vitória da sociedade, a vitória do bem comum, a vitória de uma visão de mundo onde todos têm lugar. A vitória da comunidade que escolhe dentre tantos os melhores que vão dar continuidade ao seu projeto de crescimento com qualidade de vida. Remindo que todo habitante da cidade (pólis = πολις) seja realmente cidadão, isto é, “politikos” escolhendo dentre os seus aqueles que vão legislar em nosso nome e para o bem do povo.

***

1- Omnia tota: os todos, os todos completos em si mesmo e que não são meios para nenhum fim, ou seja os homens em sua singularidade e sua unicidade. Assim, Os todos politicos, significa para mim todo o ser humano cidadão, em sua complexidade e sua originalidade.


Nenhum comentário: